• +(11) 98256-3734
  • agencia@newtimescomunicacao.com.br

Blog

Structural Repairs: Finalizando composições do novo álbum

Structural Repairs: Finalizando composições do novo álbum

Novo trabalho do quarteto paulista será o terceiro de estúdio. As novas músicas serão apresentadas ao público nos próximos shows e podem ser aprimoradas antes da banda entrar em estúdio

Por New Times Comunicação

Em ritmo acelerado na produção de novas músicas, a Structural Repairs encontra-se em fase final das composições do seu terceiro trabalho de estúdio, ainda sem título definido. O grupo formado por Breno Tozo (guitarra), Juan Santiago (vocal/guitarra), Fernando “Feto” Ornellas (bateria) e Murillo Vallim (baixo) pretende refinar as canções já prontas, como detalha Breno.

“Dessas músicas, as letras estão prontas, a parte instrumental praticamente fechada, faltam alguns detalhes e esperamos começar a tocá-las ao vivo. Esse é o maior desafio, ver o feeling do público e é isso que importa para a gente. A aceitação do público é primordial”, explica o guitarrista.

O último trabalho de estúdio da banda foi o EP “We Choose Violence”, lançado em 2017. As letras abordavam tópicos distintos e não tinham conexão uma com a outra. Contudo, o quarteto optou por seguir outro rumo e deve investir em um álbum conceitual, calcado na obra “Those Who Remain: A Postapocalyptic Novel” do autor G. Michael Hopf, como revela o vocalista e guitarrista Juan.

“Dessa vez, estamos fazendo uma coisa mais temática, as músicas são mais conectadas. As letras que estou escrevendo fala do ciclo de como as coisas acontecem na sociedade no decorrer de toda a humanidade. Então, foge um pouco da ideia do ‘We Choose Violence’, que as letras não tinham conexão. Uma era sobre conflitos, a outra mais sobre a psique humana. Esse será um trabalho mais coeso como um todo”, destaca Juan.

A sonoridade do próximo álbum será um passo na evolução dos músicos, contudo, os integrantes relatam influências essenciais como o caso do Death Metal apresentado pelos canadenses do Beyond Creation e do Thrash Metal da Bay Area executado pelos norte-americanos do Exodus.

Para esse novo trabalho, a Structural Repairs decidiu adotar cautela e não quer que a afobação domine o planejamento para não comprometer o resultado final, frisa o vocalista. “O maior cuidado é dar tempo para amadurecer. A gente não está com pressa ou correndo para entrar estúdio e gravar. Queremos deixar as músicas redondas para tocá-las com as mãos nas costas. Esse é um grande cuidado que estamos tendo”, finaliza.

New Times Comunicação
www.newtimescomunicacao.com.br
Telefone: (11) 98256-3734
E-mail: agencia@newtimescomunicacao.com.br

Please follow and like us:
1